Até quando usar chupeta


Muitos pediatras são contra a chupeta, mas muitas crianças acabam desenvolvendo esse hábito. Com o Fefê não foi diferente, pois com o uso da chupeta conseguimos acalmá-lo  e ajudá-lo a dormir. O ato de sugar a chupeta ajuda a aliviar a dor, porque relaxa o bebê, e por isso recorremos a ela , pois ele sofria de cólicas até o terceiro mês.

 

Como todos seres humanos, somos acomodados e temos receio a mudanças, então a chupeta foi ficando mês após mês.  O Fefê já esta com 2 anos e 4 meses e entendemos que estava na hora de darmos tchau para a chupeta. Claro que ela foi muito útil neste período, mas percebemos que a chupeta não estava mais exercendo seu papel e sim um acessório que ele ficava mordendo e babando o tempo todo.

 

Passada esta fase e por saber dos malefícios da chupeta, como  infecções em geral, problemas dentais ,  problemas de fala entre outros, entendemos que estava mais do que na hora de eliminar a chupeta, antes que seu uso causasse problemas, então pensamos, como faremos? Pesquisamos na internet e concluímos que não existia uma fórmula mágica para a retirada da chupeta, mas uma vez que decidimos a retirada, ela deveria ser firme e toda a família estar de acordo.

 

Então a um mês (mês de férias da escolinha), decidimos conversar olho no olho com o Fefê e eliminar a chupeta por uma semana durante todo o dia e deixamos apenas para a hora de dormir. Ele pediu por uns dias, mas depois esqueceu. Como foi fácil, resolvemos eliminar na hora do soninho também.

 

As vezes ele lembrava e pedia sem choro e sem manha, mas explicamos que já havíamos conversado com dizendo que já estava grande, que não precisa mais da chupeta e mudávamos o foco com alguma brincadeira ou conversa.

 

Nosso outro receio, seria quando ele visse os amigos na escola ou em outros locais com suas chupetas, mas para nossa surpresa ele nem ligou.

 

Foi um processo muito tranqüilo e rápido. Claro que cada caso será um caso e como disse acima não existe fórmula mágica, mas algumas dicas que pesquisei e acredito ser legal para este momento:

 

Tome muito cuidado para a criança não trocar a chupeta pelo dedo, pois será mais difícil a criança abandonar o hábito;

Ofereça atividades mais interessantes do que a chupeta: como brincadeiras, livros, músicas;

Ofereça outro objeto para trocar pela chupeta;

Elogie quando a criança ficar sem a chupeta;

Oriente que a criança tire a chupeta da boca quando for falar;

Restrinja o uso da chupeta: como apenas na hora de dormir;

Fale que crianças mais velhas não usam chupetas e que ele já cresceu e não precisa mais;

Não tenha mais de uma chupeta em casa e nem tenha chupetas disponíveis;


Não coloque jamais pimenta na chupeta e nem dê apelidos ruins pro objeto;

 

Não suma com a chupeta antes de conversar com a criança, ela deve participar deste momento de desapego;

 

Não desista nas primeiras tentativas: é difícil pra criança, mas a decisão precisa ser firme;


E você já conseguiu tirar a chupeta? Conta pra gente como foi sua experiência!

 









Marcelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram