PALAVRAS E CONSEQUÊNCIAS




Não somos perfeitos e em algum momento quando estamos esgotados, cansados ou estressados com nossos filhos (seja crianças, adolescentes ou até mesmo adultos) acabamos falando frases de peso que podem prejudicar bastante os dois lados.

Nem sempre isso acontece com brigas, mesmo num momento de desabafo pode ser dito palavras ofensivas que não representam a realidade. A conseqüência disto, certamente não imaginamos na hora que estamos falando, mas pode sim ter efeitos na vida dos nossos filhos.

Existe um ditado que diz: Uma palavra pronunciada é como uma flecha lançada , portanto sempre é bom nos policiarmos no que falamos sobre e para a vida de nossos filhos.

Alguns exemplos de frases que devemos evitar em pronunciar:

     Você é mal;
     Você nunca vai ser nada na vida;
     Você nunca faz nada direito;
     Eu tenho vergonha de você.

As palavras têm grande poder em tudo o que fazemos e pode influenciar em toda a nossa vida e daqueles que convivem conosco. Sabemos que as palavras cortam, ferem, curam, consolam, maldizem, bendizem, abençoam, amaldiçoam, constroem e destroem.

É possível mudar a conseqüência dos fatos na nossa vida, mudando nosso modo de expressão. E possível trazer bênçãos e saúde, felicidade para nós, nossos filhos, assim como para nossa família e amigos.

Procure  usar frases otimistas e encorajadoras no dia a dia. Alguns exemplos:

Eu te amo!;
Gosto muito de você e você me faz muito feliz;
Eu acredito em você, confio em você e você é capaz!;
Dizer a eles que são muito especiais e parabenizá-los quando fizerem algo certo.

Quando você reforça a seus filhos o quão especiais eles são, eles agradecerão para sempre e continuarão agindo corretamente em diferentes circunstâncias da vida, tornando-se adultos perseverantes e entusiasmados que acreditam em seus objetivos.


Marcelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram